18 de junho de 2019

Festa do Corpo de Cristo

(vídeo)

               Corpus Christi é a comemoração pública do grande mistério de nossa Fé! Celebra a memória de Nosso Senhor Jesus Cristo na Santíssima Eucaristia, anuncia a morte do Homem Deus e proclama Sua ressurreição, Sua glória!
               "Na noite em que ia ser entregue , Ele tomou o pão, deu graças, e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu corpo, que será entregue por vós."
               Nosso Senhor Jesus Cristo está entre nós com seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade!
               Como nasceu essa festa?
               Você  pode  saber  mais  sobre  Corpus Christi
.
 
 Veja o Vídeo: Aqui
 Leia mais: AQUI

13 de junho de 2019

Dr. Plinio comenta a grandeza de Santo Antonio



Dr. Plinio Corrêa de Oliveira comenta nesse vídeo sobre a grandeza de Santo Antônio de Pádua, cuja festa a Igreja comemora neste dia 13. *** Plinio Corrêa de Oliveira deixa fundada uma escola de pensamento e de ação, em prol da Santa Igreja Católica. É ele o inspirador do Monsenhor João Scognamiglio Clá Dias que fundou os Arautos do Evangelho. E esta escola, antes de tudo, se afirma por uma adesão total e entusiasmada à doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana, expressa nos ensinamentos dos Romanos Pontífices e do Magistério eclesiástico em geral.

Vídeo: Acesse AQUI 

Leia mais: AQUI


9 de junho de 2019

A descida do Espírito Santo

               
           VÍDEO-Pentecostes era uma das festas tradicionais judaicas. Nela se ofereciam a Deus as primícias das colheitas do campo. Tratava-se de uma das três grandes festas chamadas da “peregrinação”, pois nelas os israelitas deviam peregrinar até Jerusalém para adorar a Deus no Templo. Os judeus da diáspora (residentes no estrangeiro) designavam-na pela palavra grega pentecosté (qüinquagésimo), por ser celebrada 50 dias depois da Páscoa.
   “Estavam todos” presentes no cenáculo, diz São Lucas nos Atos. Era toda a Igreja nascente: cerca de 120 pessoas, entre as quais os 12 apóstolos, os 72 discípulos e as santas mulheres.
               Encontravam-se absortos na oração quando se fez ouvir um ruído estrondoso e um vento impetuoso. Em seguida, aparecem pequenas chamas. Segundo uma piedosa e antiga tradição, a primeira língua de fogo — a mais rica — pousou sobre a cabeça de Nossa Senhora, e a partir dela se multiplicou para os outros.
               Por que essas manifestações exteriores? Deus quis tornar visível a plenitude que entregava, o ímpeto de amor, a grandeza do dom que descia.
              O “vento impetuoso” pode ser visto como a chegada da torrente de graças que estavam sendo derramadas sobre todos os presentes. Eram graças místicas eficazes e superabundantes que “invadiram” o cenáculo.
              Além do fenômeno auditivo, e talvez sensitivo, terá havido um certo perfume? A ideia nos parece plausível.
  O fogo, feito de luz e calor, era o melhor elemento para simbolizar o ardor próprio à ação restauradora e entusiasmante do Espírito Santo. Ao pairarem sobre as cabeças de Maria e dos demais presentes, as chamas se apresentavam sob a forma de línguas de fogo. Nelas podemos ver simbolizadas as labaredas que a pregação daqueles varões suscitaria.
              “... ficaram todos cheios do Espírito Santo”. De Maria a Igreja exclama: “cheia de graça”, e de fato Ela o foi desde o primeiro instante de sua Imaculada Conceição. No cenáculo recebe uma plenitude ainda maior. Nessa passagem dos Atos vemos também os apóstolos, de acordo com suas respectivas missões, serem inundados dos mais especiais dons. Lembraram-se, então, com amor e compreensão, de tudo o que o Mestre lhes ensinara, estando prontos para percorrer o mundo pregando a Boa Nova.

Vídeo: Maria, Esposa do Divino Espírito Santo
Saiba mais, nas palavras de Mons. João Scognamiglio Clá Dias

8 de junho de 2019

José de Anchieta, o Apóstolo do Brasil



             A Igreja Católica comemora no dia 9 a memória do grande evangelizador do Brasil: São José de Anchieta.
             A vida de José de Anchieta é como um sopro encorajador: é exemplo. Entusiasma e arrasta os que têm Fé. Convida os católicos a viver na caridade e no ardor missionário que evangeliza e santifica.
Para os índios, ele foi médico, professor, foi amigo e defensor. Tornou-se o elo de ligação dos índios e colonos com os padres jesuítas, com a Igreja e a nação que estava sendo forjada.
             Mas, José de Anchieta foi sobretudo sacerdote. Cuidava das doenças e feridas das almas, da espiritualidade de todo o povo. Por isso mesmo é que lhe foram dados vários títulos que o homenageavam, sendo que o que melhor lhe cai é o de "Apóstolo do Novo Mundo", que para nós pode ser "traduzido" como "Apóstolo do Brasil".

           Leia a história deste grande santo, acessando Aqui

Lançada a pedra fundamental da futura igreja dos Arautos no Peru



           No último Domingo, solenidade da Ascensão do Senhor, foi lançada a pedra fundamental da Igreja de São José e do Centro Mariano Monte Sion, dos Arautos do Evangelho de Lima. 
         A Eucaristia foi celebrada pelo Bispo da região Mons. Ricardo Garcia Garcia, que abençoou a pedra fundamental, coroou solenemente a Imagem do Imaculado Coração de Maria,  e na homilia referiu-se elogiosamente ao fundador dos Arautos, Mons. João Clá Dias. Deu como certo que a igreja será um santuário que não somente irradiará devoção e piedade na região, mas também em todo o Perú e até a nível internacional.
         Cooperadores limenhos estavam presentes em grande número e foram fotografados ao final da cerimônia.








5 de junho de 2019

Lágrimas de Maria: uma mensagem do Céu (1º aniversário das lacrimações)


  “Homens e mulheres, prestai atenção, a mensagem de Fátima não está escondida! Pelo contrário, ela brilha mais do que nunca, pois houve no mundo quem assumisse a missão de encarná-la”.

          Como permanecer indiferente ao contemplar as lágrimas da Mãe de Deus? Como estar com o coração frio diante do pranto da Rainha dos Anjos? Como resistir ao desejo de se aproximar de Maria Santíssima e, genuflexo, Lhe perguntar: “Senhora, por que chorais?”
          Fato inédito na História: tantas imagens vertendo lágrimas nas casas de uma mesma instituição (Arautos do Evangelho). E por tratar-se de representações da Virgem de Fátima, nossa atenção deve se redobrar, pois sem dúvida, neste fim de centenário, Ela nos traz algum sinal, algum aviso, alguma mensagem.
Provas científicas?
          Antes de qualquer consideração, dispensamos da leitura deste artigo os espíritos céticos, positivistas e racionalistas, os quais desejariam encontrar aqui as provas científicas deste extraordinário fenômeno. Não, que não percam seu tempo, como nós não perderemos o nosso em provar não serem estas lacrimações produto de uma farsa. Tão aberrante nos é a hipótese de simular um milagre, que não nos ocuparemos em refutá-la.
          Contemplar o sereno rosto de Nossa Senhora sulcado por doces lágrimas basta para infundir nos corações dos filhos a certeza de que a Mãe de Deus e dos homens nos traz algum recado. Com espírito filial, procuremos agora interpretar a mensagem de Maria. 
Por que chora Maria Santíssima?
          Comecemos por repetir a pergunta: por que chora Maria Santíssima?
         Muitas razões podem levar alguém a chorar. Medo, tristeza, dor, indignação, emoção e alegria costumam ser as mais frequentes. Quais destes sentimentos podem estar na causa do pranto da Senhora de Fátima?
         Superior em poder a todas as forças do universo, a Santíssima Virgem com certeza não chora de medo. Pois ainda que os potentados do mundo e dos infernos se conjugassem para combatê-La, uma só gota de suas lágrimas seria suficiente para vencer todas as armas e bombas da face da terra!
        De tristeza, porém, Nossa Senhora bem pode chorar, pois há cem anos Ela revelou aos homens o caminho da felicidade, da tranquilidade e da paz, e não foi ouvida. Ah, se houvéssemos escutado as mensagens da Cova da Iria, como o mundo seria diferente!
        Mas não haverá neste pranto da Mãe de Deus algo de semelhante à dor de Nosso Senhor Jesus Cristo diante da Cidade Santa? Maria Santíssima parece repetir à humanidade algo das palavras de seu Divino Filho, quando chorou sobre Jerusalém: “Se tu compreendesses hoje o que te pode trazer a paz! Agora, porém, isto está escondido aos teus olhos! Dias virão em que os inimigos farão trincheiras e te sitiarão, apertando-te de todos os lados. Porque não reconheceste o tempo em que foste visitada!” (cf. Lc 19, 41-44).
         Para alguns poderia parecer absurda a hipótese de ser a indignação uma das causas das lágrimas da Rainha dos Anjos. Mas se pararmos para refletir um pouco, chegaremos à conclusão de ter Ela boas razões para Se encolerizar. Mencionemos apenas uma.
         Nossa Senhora Se digna aparecer em Fátima e, transbordando de afeto e bondade, transmite uma mensagem a seus filhos. Pois bem, houve quem abafasse suas palavras e até quem transformasse sua mensagem em um segredo! Que mãe não se indignaria contra quem sabotasse seu intento de salvar um filho em perigo?! Imaginemos, pois, o sentimento da Mãe das mães ao ver seus filhos e filhas caminhando para a perdição devido ao silêncio e omissão daqueles que deveriam ter pregado ao mundo a sua mensagem de salvação!
          Tudo isso, sem dúvida, faz Maria chorar. Mas a principal causa de suas lágrimas parece ser outra.
Maria chora de alegria!
        Paremos um pouco e detenhamos nossa atenção em qualquer uma destas imagens milagrosas. Chegaremos, sem dificuldade, a uma conclusão: Maria chora de alegria!
            Sim, de alegria! Pois apesar de todos os intentos dos infernos para ocultar seus avisos, a Senhora de Fátima atravessou vitoriosa um século, e hoje nos volta a falar, não mais com palavras que possam ser escondidas, mas pela eloquente linguagem das lágrimas, as quais não serão postas em segredo.

         Tantos homens há que dedicam boa parte de suas vidas em descobrir o conhecido “Terceiro Segredo de Fátima”. Não condenamos tal empreendimento. Mas a nós cabe outra missão. Nós queremos proclamar em cima de todos os telhados, no alto de todas a torres, aos quatro ventos da terra: “Homens e mulheres, prestai atenção, a mensagem de Fátima não está escondida! Pelo contrário, ela brilha mais do que nunca, pois houve no mundo quem assumisse a missão de encarná-la, relembrando aos homens os avisos da Mãe de Deus e bradando a vitória de Maria!”
         E com este pranto, Nossa Senhora parece nos sorrir, dizendo com afeto materno: “Meus filhos e minhas filhas, unamos nossas lágrimas! Choremos juntos pela triste situação deste mundo que meu Divino Filho e Eu tanto amamos! Lamentemos os inúmeros pecados constantemente cometidos contra o Bom Deus! Mas, sobretudo, tende confiança!E procurai ver em minhas lágrimas não o choro da derrota, mas a emoção e o júbilo de vos confirmar e repetir a minha promessa: ‘O mal pode parecer vencer sobre a terra e o bem aparentar já não ter forças. Não desanimeis! Confiai, confiai, confiai, pois em breve o meu Imaculado Coração triunfará!’” 
 (Revista Arautos do Evangelho, Junho/2018, n. 198, p. 18-19)

Retiro para Cooperadores no Paraguai



                Um numeroso grupo de Cooperadores dos Arautos do Evangelho paraguaios participou de um Retiro Espiritual pregado pelo Pe. Rafael Ibarguren, ep, na Casa Sagrada Família, ao lado da Igreja Mãe do Bom Conselho, dos Arautos.
                Houve várias pregações sobre o sentido da dor na vida do cristão, o mistério eucarístico e os compromissos que devem assumir os bons católicos em nossos dias.
                Constou do programa a adoração ao Santíssimo Sacramento, atendimento de confissões, orações em conjunto, meditação individual e cânticos religiosos.       
                Especialmente tocantes foram o Rosário processional pelo parque e a Santa Missa na Igreja Mãe do Bom Conselho (Ypacaraí).

 (Acesse nas fotos para vê-las em tamanho maior)





1 de junho de 2019

Ascensão: E enquanto os abençoava, separou-Se deles e era levado para o Céu.


 

               Grandiosa cena e acontecimento inédito: Cristo "subiu ao Céu pelo seu próprio poder; primeiro pelo poder divino; segundo, pelo poder da alma glorificada que movia o corpo como queria".    Os Apóstolos e discípulos já O haviam visto andar sobre as águas, entrar no Cenáculo a portas fechadas, escapar em meio à multidão, mas elevar-Se ao Céu ainda não. Eles não ignoravam para onde partia Nosso Senhor, já haviam ouvido dos lábios do próprio Mestre qual seria seu destino.
                E com os Apóstolos devemos crer que, por sua Ascensão, Jesus "preparou-nos o caminho para subirmos ao Céu, de acordo com o que Ele mesmo disse: ‘Irei preparar-vos um lugar', e com as palavras do livro de Miquéias: ‘Subiu, diante deles, Aquele que abre o caminho'. E porque Ele é a nossa cabeça, mister se faz que os membros vão para onde ela se dirigiu. Por isso diz o Evangelho de São João: ‘De tal sorte que lá onde Eu estiver também vós estejais.'"

            Leia os comentários de Mons. João Clá Dias a respeito da festa de amanhã: a Ascensão do Senhor.

Acesse AQUI

Novas consagrações a Jesus por Maria



               Os Cooperadores dos Arautos do Evangelho de Fortaleza, continuam muito ativos em seu apostolado junto às Comunidades católicas cearenses, promovendo inúmeras consagrações a Jesus pelas mãos de Maria.
               Apresentamos aqui um apanhado das duas últimas cerimônias por eles promovidas:

               


               Por ocasião das comemorações dos 102 anos da primeira aparição da Virgem de Fátima, um grupo de 43 pessoas da Paróquia São João Eudes, preparados por cooperadores dos Arautos do Evangelho,  se consagrou a Nossa Senhora durante solene Missa celebrada pelo Pe. Johnja Lopez, cjm.


               Os Arautos do Evangelho animaram a Celebração Eucarística deste festivo 13 de Maio homenageando nossa Mãe e Rainha através da imagem do Imaculado Coração de Maria conduzida ao presbitério para ser coroada pelo sacerdote da Congregação de Jesus e Maria, que transmitiu fervorosas e encorajadoras  palavras de incentivo àqueles que se consagraram a Santíssima Virgem.


              Os fiéis assumiram o compromisso durante Celebração Eucarística rezando em conjunto com o sacerdote a "Consagração de si mesmo a Jesus Cristo, a Sabedoria Encarnada, pelas mãos de Maria".


                                      Consagração a Nossa Senhora - Eusébio

            Mês de Maio tem início com novos consagrados a Maria. Cooperadores dos Arautos do Evangelho de Fortaleza estiveram presentes na cerimônia de Consagração a Nossa Senhora de mais 42 novos consagrados
            O ato solene se realizou na Igreja Matriz Sant’Ana e São Joaquim, localizada no município de Eusébio, na Grande Fortaleza, durante Missa celebrada pelo Pe. Luiz Alberto Chaves Freire.




31 de maio de 2019

Visitação de Maria a Santa Isabel


Naqueles dias, levantando-se Maria, foi com pressa às montanhas, a uma cidade de Judá. E entrou em casa de Zacarias, e saudou Isabel. (Lc 1, 39-40).

          Maria nos dá o exemplo de quanto nós devemos ser sensíveis, o quanto devemos ser flexíveis, o quanto devemos estar prontos para atender as inspirações que Deus põe em nossas almas.
          Quantas e quantas vezes nós ao longo de nossa vida temos essas ou aquelas inspirações, temos esses ou aqueles toques interiores da graça, sentimos em nossa alma que devemos empreender um caminho ou então abandonar algo que nos prejudica, que nos leva a ofender a Deus. Quantas vezes sentimos a voz de consciência, ou a própria voz de Deus nos convidando a empreender um caminho...
          Nossa Senhora foi visitar Santa Isabel, não porque pudesse haver qualquer resquício de dúvida, sobre o que tinha dito o Anjo, ou então que este a tivesse enganado. Jamais isto teria acontecido. Ela foi visitar a prima porque recebeu uma inspiração de fazê-lo, foi tocada por uma graça, recebendo assim, um impulso em seu interior e obedecendo a este prontamente. Ela põe-se a campo, porque lhe veio ao espírito uma preocupação:
          'Minha prima está para dar a luz, não contou nada a ninguém, não haverá quem a ajude, ela não tem filhos, está sozinha, eu preciso ajudá-la. Maria não pensou em si; bateu-se em direção à cidade em que estava Santa Isabel, que era distante de três a quatro dias de caminhada. Certamente acompanhou alguma caravana que por lá passava, pois, viajar sozinho naquela época, era um risco enorme.
          Entretanto, pôs-se em direção para onde? O Evangelho diz:"foi com pressa às montanhas..."
          Ela não fez um plano de viagem..., bem quando eu me sentir um pouco melhor..., quem sabe, num dia mais propício... Não, "foi com pressa...". Quando se trata de fazer o bem, é assim que se age. Quando alguém está com alguma necessidade, Ela atende às pressas; e foi por isso que se pôs a caminhar imediatamente.
          Maria vive dentro da contemplação de Deus, que se encontra no mais intimo de seu coração. Nosso Senhor Jesus Cristo estava sendo formado enquanto homem em seu claustro virginal. Por isso, quanta razão tinha para ficar em casa contemplando este Deus que estava sendo gerado em seu interior. Entretanto, recebida a notícia, não titubeou, põe-se a caminho.
     De fato a cidade de Santa Isabel ficava em uma região montanhosa e a distância da cidade de Nazaré até lá, eram de três a quatro dias de caminhada. Era portanto uma viagem penosa e difícil, mas Maria está satisfeita, está alegre, e é esta alegria que a coloca em movimento e a faz com que abandone as comodidades e se ponha a caminhar.
          Exemplo magnífico para nós, quando formos tocados por uma graça para seguir um determinado caminho, ou quando formos tocados por alguma inspiração de Deus e somos convidados a abandonar uma situação que nos é agradável, ou então quando é uma situação que nos leva ao pecado, sejamos rápidos, tenhamos pressa e imitemos a Nossa Senhora em sua predisposição em cumprir o dever.

Leia outras considerações do fundador dos Arautos, Mons. João Clá Dias, sobre esta Festa.   Acesse Aqui

30 de maio de 2019

Santa Joana D´Arc, heroína católica


VÍDEO - Dr. Plinio Corrêa de Oliveira comenta nesse vídeo sobre Santa Joana d'Arc - cuja festa a Igreja comemora hoje - e de como Deus fez dela uma lutadora.
                                                                      ***
Plinio Corrêa de Oliveira deixa fundada uma escola de pensamento e de ação, em prol da Santa Igreja Católica. É ele o inspirador do Monsenhor João Scognamiglio Clá Dias que fundou os Arautos do Evangelho. E esta escola, antes de tudo, se afirma por uma adesão total e entusiasmada à doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana, expressa nos ensinamentos dos Romanos Pontífices e do Magistério eclesiástico em geral.


Acesse AQUI

29 de maio de 2019

"É mais fácil apagar a luz do Sol do que vencer a Deus"



VIDEO da Homilia do Padre Rodrigo Fujiyama na Santa Missa por ocasião da Reunião de Pais e Mestres do Colégio Arautos do Evangelho, no dia 27 de maio último.



27 de maio de 2019

Arautos: Comemorações de 13 de Maio pelo mundo



EUA – Para comemorar o dia 13 de maio, cooperadores dos Arautos do Evangelho organizaram uma bela cerimônia na Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, em Miami. 
            Mais de 1,3 mil pessoas compareceram para participar da Santa Missa e prestar devota homenagem ao Imaculado Coração de Maria.


                     
Guatemala – No dia 13 de maio os Arautos realizaram uma solene procissão conduzindo a Imagem Peregrina à Catedral, com os tradicionais tapetes coloridos. À tarde, mil fiéis participaram da Missa na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, presidida por Dom José Cayetano Parra Novo (centro), Bispo Auxiliar.
   



 Índia – No dia 12 de maio os Arautos honraram Nossa Senhora de Fátima em Arookutty, Kerala, com uma Missa na Paróquia de Santo Antônio (fotos acima). As comemorações do dia 13 se deram em Trivandrum, capital do Estado, onde numerosos fiéis se consagraram a Maria Santíssima.



Haiti – A celebração do dia 13 de maio na Nunciatura Apostólica, em Port-au-Prince, foi organizada por um grupo de Cooperadores dos Arautos.   


Holanda – Fiéis de Amsterdam manifestaram sua fé nas promessas de Fátima acompanhando a procissão da Imagem Peregrina pelas ruas da cidade.


 Paraguai – As celebrações do dia 13 ocorreram na Catedral Metropolitana de Assunção e foram presididas pelo Arcebispo, Dom Edmundo Valenzuela (direita e centro). No dia 14, mais de 700 pessoas se reuniram no local onde os Arautos estão construindo sua nova igreja, em Ypacaraí, para participar da Missa e procissão.
  



Peru – A fim de atender os numerosos pedidos recebidos, os Arautos organizaram duas cerimônias: uma na Paróquia do Imaculado Coração de Maria, em La Molina, da qual participaram 1,2 mil pessoas (esquerda); e outra na Basílica Santa Rosa de Lima, para a qual afluíram cerca de mil fiéis.



            Muitas outras homenagens foram promovidas pelos Arautos em louvor de Maria em vários países, ou cidades brasileiras. Sempre com a colaboração dos Cooperadores dos Arautos do Evangelho locais. Estas aqui apresentadas constituem uma amostra.