25 de abril de 2017

Nossa Senhora do Bom Conselho


Dia 26 de abril é festa de Nossa Senhora do Bom Conselho, 
o Blog dos Cooperadores
traz a você esta belíssima história cheia de milagres e conversões. O afresco
de Nossa  Senhora  do Bom Conselho  encontra-se na cidade de Genazzano,
na Itália.  Com ele um constante milagre acontece  desde o século XV:
está suspenso   no ar sem fixação nenhuma, afastado da parede
cerca  de três centímetros.  Compartilhe esta história
com sua família e amigos.

Acesse AQUI

16 de abril de 2017

Feliz Páscoa



DESEJAMOS 
UMA FELIZ E SANTA PÁSCOA
A TODOS OS NOSSOS AMIGOS 
E SIMPATIZANTES.

CRISTO RESSUSCITOU VERDADEIRAMENTE. ALELUIA!


                   O Corpo de Jesus acabava de ser posto no sepulcro. Tudo parecia concluído.
                   O profeta de Nazaré morrera na cruz, como um vil escravo. Os apóstolos, aterrorizados, tinham desaparecido; algumas mulheres, depois de o terem seguido até ao Sepulcro, voltavam para suas pousadas, derramando lágrimas.
                  Dir-se-ia que os príncipes dos sacerdotes e os fariseus triunfavam incontestavelmente; e contudo, coisa estranha! pareciam temer ainda aquele personagem prodigioso, que tantas vezes os tinha espantado com o seu poder.
                  Aquelas trevas que envolveram a cidade durante a sua agonia, aquele tremor de terra no momento da sua morte, aquele véu do Santo-dos-Santos rasgado miraculosamente, afiguravam-se a todos, como presságios sinistros.
                  E o que mais que tudo os inquietava é que o Crucificado tinha anunciado que ressuscitaria três dias depois da sua morte.
                  Ao predizer a sua morte, e a sua morte na cruz, Jesus ajuntava que ressuscitaria ao terceiro dia. “Destruí este templo, dizia ele aos Judeus, falando do templo do seu corpo, e eu o reconstruirei em três dias.”
                  Em tal assombro os lançaram estes temores que sem se importar com o descanso sabático, foram imediatamente ter com Pilatos. “Senhor, disseram-lhe eles, lembramo-nos que aquele impostor, quando ainda vivia, anunciou que ressuscitaria ao terceiro dia depois da sua morte. Fazei-nos pois o favor de mandar guardar o seu sepulcro até ao fim do terceiro dia, para que não venham os seus discípulos tirar o cadáver e dizerem depois ao povo que ele ressuscitou dentre os mortos. Pois este segundo erro ainda seria mais perigoso que o primeiro.”
                 Pilatos execrava aqueles homens, sobretudo depois que eles lhe extorquiram uma sentença que a sua consciência lhe exprobrava como um crime. Por isso respondeu-lhes com desprezo: “Tendes a vossa guarda: ide lá, e mandai guardar esse sepulcro, como bem vos parecer.”
                 Os príncipes dos sacerdotes e os chefes do povo foram ao jazigo onde repousava o corpo do Crucificado. Selaram a pedra que defendia a entrada, e colocaram soldados à volta do monumento a fim de impedir que alguém se aproximasse.
                 E, feito isto, retiraram-se plenamente seguros: parecia-lhes impossível que um morto tão bem preso e tão bem guardado lhes pudesse escapar. De três em três horas, novas sentinelas iam render as que tinham acabado o seu quarto de guarda.
                 O Filho de Deus esperava, na paz e silêncio do sepulcro, o momento fixado pelos decretos eternos.

              
                 Ao romper da aurora do terceiro dia, a sua alma, voltando do limbo, reuniu-se ao corpo e, sem nenhum movimento na colina, o Cristo glorificado saiu do sepulcro. E os guardas nem sequer perceberam que estavam vigiando um sepulcro vazio.
                 Mas eis que, momentos depois, começa a terra a tremer violentamente, e um anjo desce do Céu, à vista dos soldados aturdidos, rola a pedra que fechava a entrada da gruta e senta-se sobre aquela pedra como um triunfador no seu trono. O seu rosto brilha como o relâmpago, o seu vestido alveja como a neve, os olhos despedem chamas e fixam os guardas que para ali caem com o rosto no pó, quase mortos de pasmo. Era o anjo da ressurreição que descia do Céu para anunciar a todos que Jesus, o grande Rei, o vencedor da morte e do inferno, acabava de sair do sepulcro.
                  O Senhor ressuscitou verdadeiramente! Aleluia!


Fonte: Jesus Cristo, sua vida, sua paixão, seu triunfo
Pe. Berthe, da Congregação do Ssmo. Redentor - pgs 408-9

14 de abril de 2017

As relíquias da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo


Cravos, lança, coroa de espinhos…

Onde se encontram essas preciosas lembranças da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo? Façamos, uma devota “peregrinação” à Cidade Eterna.
Acesse AQUI

A vigília pascal do Sábado Santo



              No Sábado Santo honra-se a sepultura de Jesus Cristo e a sua descida à “mansão dos mortos”, e, depois do sinal do Glória, a sua gloriosa Ressurreição.
             A noite do sábado santo é especial e solene, é denominada também como Vigília Pascal.
             Antigamente era celebrada à meia-noite, no entanto, a Santa Sé autorizou que  começasse após o anoitecer. Deve terminar antes da aurora do Domingo.

             É considerada “a mãe de todas as santas Vigílias”, pois, a Igreja mantém-se de vigia à espera da Ressurreição do Senhor, e celebra-a com os sacramentos da iniciação cristã.
             Esta noite é “uma vigília em honra do Senhor” (Ex 12, 42). Assim, ouvindo a advertência de Nosso Senhor no Evangelho (Lc 12, 35), aguardamos o retorno, tendo nas mãos lâmpadas acesas, para que ao voltar nos encontre vigilantes e nos faça sentar à sua mesa.
             O rito da vigília está dividido do seguinte modo:
      1º – A celebração da luz;
      2º – A meditação sobre as maravilhas que Deus realizou, desde o início, pelo seu povo;
      3º – O nascimento espiritual de novos filhos de Deus através do sacramento do batismo;
      4º – E por fim, a tão esperada comunhão pascal, na qual rendemos ação de graças a Nosso Senhor por sua gloriosa ressurreição, na esperança de que possamos, também nós, ressurgir para a vida eterna.


Abandono de Cristo na cruz



            Mesmo sendo Filho, Cristo aprendeu o que significa a obediência a Deus, por aquilo que ele sofreu. Mas, na consumação de sua vida, tornou-se causa de salvação eterna para todos os que lhe obedecem. 
            Este vídeo dá continuidade ao musical das "Sete Palavras" de Heinrich Schultz.

Assista AQUI

13 de abril de 2017

Nossa Senhora das Dores


            Todos nós passamos por dores e sofrimentos. Isso faz parte do nosso itinerário pela Terra. Por isso rezemos para que Nossa Senhora das Dores nos auxilie em nossos percalços e que rogue por nós nesta Semana Santa.

ACESSE AQUI

As sete palavras de Jesus na Cruz


              Hoje remontaremos à primeira parte da Paixão de Cristo, no musical das "Sete palavras" de Heinrich Schuts; interpretada pelo Coro e Banda Internacional dos Arautos do Evangelho.
              Trata-se das últimas sete frases ditas por Nosso Senhor Jesus Cristo, na voz de Mons. João S. Clá Dias. A história terá sua continuidade ao longo da semana até o Domingo da Páscoa da
Ressurreição.


Acesse aqui
Paixão de Cristo segundo São João - parte 1

4 de abril de 2017

Peregrinação à Basílica dos Arautos



              Organizado pelos Cooperadores do Sodalício de Nossa Senhora da Saúde, da capital paulista, um grupo de paroquianos da Igreja de Santa Rita de Cássia, do Parque Novo Mundo, esteve visitando a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, localizada em Caieiras-SP.
              Na ocasião, muitos deles manifestaram o desejo de receber a imposição do Escapulário de Nossa Senhora do Carmo, no que foram atendidos por um sacerdote arauto.


1 de abril de 2017

Santidade, caminho de vida




              Realizou-se, recentemente, na sede do Sodalício Sagrada Família, de Cooperadores dos Arautos do Evangelho de São Paulo, mais um Encontro de Formação Católica.
              Abrindo o evento, o Pe. Antônio Galo Castro Ernando, EP, celebrou a Santa Missa, tendo antes atendido aos interessados no sacramento da confissão. Após a Eucaristia, foi ministrada, pelo Arauto Sr. Cícero Sobreira, uma aula sobre o tema “A santidade, caminho de vida”, e por fim os presentes tiveram uma confraternização, saboreando uma deliciosa pizza.
              O palestrante demonstrou que fomos criados por Deus para sermos fiéis nesta vida e felizes por toda a eternidade e que o “passaporte” para o Céu chama-se SANTIDADE. Então, o que vem a ser a Santidade?  Ficou amplamente claro que é o amor a Deus, gerando todos os nossos procedimentos com observância das leis e preceitos divinos. Neste sentido, disse Nosso Senhor Jesus Cristo: “Sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito” (Mt. 5,48). A exposição foi encerrada com  exemplos colhidos na vida dos santos.



29 de março de 2017

Festa da Anunciação: Cooperadores renovam sua consagração a Maria



               No último Sábado, dia 25, a sede do Sodalício Nossa Senhora da Saúde, de São Paulo, esteve repleta, tendo em vista o programa de comemoração da maior festa mariana: a Anunciação do Anjo e a Encarnação do Verbo no seio puríssimo de Maria.
               O palestrante do dia, o arauto Antonio de Oliveira Queiroz, tratou justamente da Anunciação, salientando ser esta a data por excelência da escravidão marial.
               Durante a Missa celebrada pelo sacerdote Pe. Orlando Kimura, EP, após a homilia, foram recebidos dois novos cooperadores, que passarão a atuar na Ordem Terceira dos Arautos. Logo após a bênção e imposição das túnicas, os veteranos presentes puderam renovar sua consagração, reafirmando seus compromissos de terciários.
               Estavam presentes vários paroquianos da Igreja de Santa Rita, do Parque Novo Mundo, bem como familiares dos néo-consagrados.
              Tudo terminou num alegre convívio durante um jantar à luz de velas.






27 de março de 2017

 Na Festa da Encarnação do Verbo, novos consagrados a Maria



          A Festa da Encarnação do Verbo, celebrada a 25 de março pela Santa Igreja Católica é fundamentada nas palavras da Virgem Maria ao anjo São Gabriel: “Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra.” (Lc 1, 38).
          Para que esta data seja lembrada para sempre com mais significado e devoção, um novo grupo de devotos de Maria se consagrou a Jesus Cristo, a Sabedoria Encarnada, pelas mãos virginais da Rainha do Céu e da Terra. A solenidade de consagração ocorrida na Casa São José, sede dos Arautos do Evangelho em Fortaleza, transcorreu durante Missa celebrada por um sacerdote arauto,reunindo um grande número de fieis e familiares daqueles que se uniram mais proximamente a Nossa Senhora.
          Durante a celebração eucarística, o texto da Consagração, composto por São Luís Maria Grignion de Montfort, foi pronunciado de joelhos diante da imagem do Imaculado Coração de Maria pelo sacerdote e pelos fiéis; e com muita Fé e compenetração, assinado por cada um dos consagrados.
          Ao final da Missa, cada um dos neo-consagrados dirigiu-se à imagem de Nossa Senhora e, aos seus pés, segurando a corrente, símbolo da união do fiel a Maria, recitou a fórmula breve da consagração: “Ó minha Mãe e Senhora, sou todo vosso e tudo o que tenho Vos pertence.”
          A felicidade refletida nas faces dos que se consagraram ratifica as verdades escritas por São Luís em seu Tratado, quando diz:  “Senhor Jesus, quão amáveis são vossos tabernáculos! Oh! Como é feliz quem mora na casa de Maria, na qual fizestes, primeiro, a vossa morada!”  “Oh! quão feliz é quem tudo deu a Maria e que nela confia em tudo e por tudo. Ele é todo de Maria e Maria é toda dele.”





24 de março de 2017

O Anjo do Senhor anunciou a Maria



O Anjo do Senhor anunciou a Maria. 
E Ela concebeu do Espírito Santo.

               As palavras da saudação angélica nos revelam Nossa Senhora como o Vaso de Eleição, o receptáculo sagrado no qual Deus depositara todas as perfeições e excelências de que uma simples criatura era capaz de conter.
               Imensa na ordem da virtude e da santidade, cheia de graça, bendita entre todas as mulheres, com quem o Senhor estabelecera maravilhosa união: em seu imaculado seio fez-se carne o Verbo de Deus.
                                             Solenidade: dia 25 de março

ASSISTA AO VÍDEO: Acesse aqui

Ou leia artigo: AQUI

21 de março de 2017

Homenagem ao Patrono da Igreja


Festa de São José

             No último dia 19, os Arautos do Evangelho de Fortaleza, homenagearam a São José,  Príncipe da Casa de David e operário.
             Sua imagem foi solenemente entronizada na capela da sede antes da Celebração Eucarística..
             Após a Santa Missa realizou-se uma procissão que partiu da sede e percorreu várias quadras  do bairro Luciano Cavalcante, onde esta se localiza.
             Os cooperadores arautos participaram ativamente do evento, portando a imagem do santo, bem como entoando cânticos religiosos, através de seu coral.

Celebração Eucarística em honra do Patrono da Igreja
(clique sobre as fotos)

Procissão à luz de tochas no bairro da sede 




A bênção sacerdotal para os participantes 

Despedida dos fiéis ao esposo da Virgem 

20 de março de 2017

Peregrinando nas basílicas dos Arautos



               No primeiro domingo deste mês, os arautos e  cooperadores do Sodalício Sagrada Família, de São Paulo, promoveram uma peregrinação de fiéis de três comunidades da Paróquia São Judas Tadeu,de Guaianazes, às basílicas de Nossa Senhora do Rosário e de Nossa Senhora de Fátima, dos Arautos do Evangelho, a primeira localizada em Caieiras-SP e a outra em Embu das Artes-SP.
               Na basílica de Caieiras, participaram eles da Santa Missa das 9:30hs, deslocando-se a seguir para a basílica de Embu das Artes, onde foram recepcionados pelo Pe. Lucas, tiveram explicações sobre o amplo apostolado desenvolvido pelos Arautos do Evangelho e uma exposição sobre a prática dos mandamentos e o amor a Deus praticado pelos Santos.
               No fim da tarde, participaram da Missa celebrada pelo Pe. Mauro Sérgio Isabel, retornando aos seus lares com as alegrias de um dia muito abençoado.



Curso de Consagração



                Os Cooperadores de Nossa Senhora da Saúde estão promovendo vários cúrsos de consagração a Jesus pelas mãos de Maria, segundo o método de São Luiz Maria Grignion de Montfort.
                As fotos que seguem são da aula de preparação realizada no último Sábado, na igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Santo André, na grande São Paulo.

 (clique sobre as fotos)

Atividades recentes de cooperadores


                     Nas últimas semanas o Sodalício Nossa Senhora da Saúde, da capital paulista, tem desenvolvido múltiplas atividades de evangelização em diversas paróquias.
                    Para a formação de seus membros, vários sacerdotes arautos proferiram palestras na sede social deste grupo de cooperadores. Entre os temas tratados destaque-se “As tendências, idéias e fatos no processo revolucionário”, “A excelsa bondade do Sagrado Coração de Jesus”
                    Seguem algumas fotos:
 Palestras de sacerdotes arautos


Peregrinação da Imagem nos lares católicos 

18 de março de 2017

São José, operário e príncipe da Casa de David


                           19 de março - Festa do Patrono da Igreja: São José

                 São José, o homem justo por excelência, o glorioso esposo de Maria e pai legal do Filho de Deus, é certamente um dos santos mais venerados pela piedade popular. No entanto, quase só ouvimos falar dele como "o artesão de Nazaré" ou "o padroeiro dos operários". Esses títulos são muito legítimos, mas estão longe de nos dar idéia do píncaro de santidade  ao qual Deus houve por bem elevá- lo. Ele nunca será devidamente conhecido e venerado por nós se - repetindo em nossa época a triste cegueira dos habitantes de Nazaré - o considerarmos apenas como o pobre carpinteiro da Galiléia. 
                 Para não nos tornarmos culpados de um erro que poderia ser qualificado de "calúnia hagiográfica", procuremos analisar a verdade a respeito deste varão destinado a uma das mais altas vocações da História. Deus Todo-Poderoso, para quem "nada é impossível" (Lc 1, 37) e que tudo governa com sabedoria infinita, possui algo que poderíamos chamar de sua "única limitação": ao criar, Ele nada pode escolher de menos belo e perfeito, ou que não seja para sua glória. Desde toda a eternidade, ao determinar a Encarnação do Verbo, quis o Pai que - apesar das aparências de pobreza e humildade através das quais Se mostraria, e que contribuiriam para sua maior exaltação - a vinda de seu Filho ao mundo se revestisse da suprema pulcritude conveniente a Deus.           
             Assim, dispôs que Ele fosse concebido por uma Virgem, concebida por sua vez sem pecado original, unindo em Si as alegrias da maternidade à flor da virgindade. Porém, para completar o quadro, tornava-se necessária a presença de alguém que projetasse na terra a própria "sombra do Pai". Para tal missão Deus destinou José, ao qual poderíamos aplicar as palavras da Escritura, referindo- se a seu antepassado Davi: "O Senhor escolheu para Si um homem segundo o seu coração" (1 Sm 13, 14).

8 de março de 2017

Retiro de Carnaval em Recife



          Contando com a participação de mais de 70 pessoas, entre terciários, familiares, frequentadores e simpatizantes, realizou-se nos dias de 25 a 28 de fevereiro de 2017, na Colônia Salesiana em Jaboatão dos Guararapes, o Retiro de Carnaval 2017 dos ARAUTOS DO EVANGELHO para as famílias.
          Com o tema IMITAÇÃO DE CRISTO, CAMINHO PARA A NOSSA SALVAÇÃO, extraído do livro IMITAÇÃO DE CRISTO, obra do século XV de autoria do Padre Tomás de Kempis, o Diácono Thiago de Oliveira Geraldo, EP, expôs, em 11 palestras os principais pontos da obra a serem aplicados na vida cotidiana para a vivência plena do apostolado e a salvação da alma.
          Dentre os pontos abordados, pode-se destacar como imitação de Cristo: o desprezo de todas as vaidades do mundo; como se evitar o juízo temerário; sofrer os defeitos dos outros; a vida interior; da mente pura e da intenção simples; o amor à cruz de Jesus; a comunicação íntima de Cristo com a alma fiel; como o amor próprio afasta no grau máximo do sumo bem; evitar o desânimo quando se cai em algumas faltas; o valor da missa segundo Padre Pio.
          Além das palestras e dos momentos de reflexão sobre os pontos apresentados, o retiro contou com diversas outras atividades como missas diárias, recitação diária do terço, Via Sacra, encenação de peça teatral retratando a infinita misericórdia de Deus, atendimento de confissões e procissão.
          Distantes da agitação do carnaval e isolados de um mundo cada vez mais ateu, o resultado colhido pelos participantes foi de grande proveito para a vida espiritual e para o Tempo da Quaresma. Com isso, cada cristão poderá ser mais plenamente “outro Cristo”.

Retiro Espiritual para cooperadores de Joinville e Belo Horizonte



               Ocorreu entre os dias 25 a 28 de fevereiro, na cidade de Brusque/SC, um retiro espiritual para os Cooperadores dos Arautos do Evangelho de Joinville e Florianópolis.
               Ornado de  meditações, adoração ao Santíssimo Sacramento, reuniões, Santa Missa, e muito mais, o retiro foi dirigido pelo Pe. Orlando Kimura, EP.
               Uma das práticas mais frutuosas de união com Deus é a do retiro espiritual. Ao meditarmos o sobrenatural, somos misericordiosamente beneficiados pela Providência com novas graças atuais, dons gratuitos que iluminam nosso entendimento e confortam nossa vontade, para praticarmos o bem e evitarmos o mal, nos auxiliando a caminhar para a santidade.



                                                                           * * *
                 Também em Belo Horizonte os Cooperadores mineiros foram favorecidos com vários dias de recolhimento, com pregações promovidas pelo sacerdote arauto Pe. Isoldino Lopes Quintão.